Controle de autoridade para Programas de computador

Visando corrigir um erro conceitual em nosso catálogo, que partiu da cópia sistemática do Catálogo da Biblioteca Nacional, passaremos a representar os nomes de programas de computador no campo 130 do Marc Autoridades.
No catálogo de autoridades da Biblioteca Nacional (imagem abaixo) os nomes de programas de computador encontram-se no campo 150 – Cabeçalhos tópicos:

Autoridade MATLAB no catálogo da BN.

No catálogo da Library of Congress, encontramos o mesmo termo no campo 130 – Título uniforme:

Autoridade MATLAB no catálogo da LC

Em contato, via email, com a LC, obtivemos a seguinte resposta sobre o correto uso:

“MATLAB is the name (title) of a computer program.  Similar to the title of a book, it would go in the 130 because it is not a topic, like “dogs” or “weather”.  Topics go in 150, titles go in 130.

David Williamson”

Partindo disso, passaremos a cadastrar novos termos para programas de computador no campo 130 do Marc autoridades.

Para autoridades antigas e que contenham muitos vínculos com cadastros bibliográficos, não faremos a transferência, pois manteria a inconsistência no bibliográfico (campo 650).  Nestes casos, na autoridade com campo 150, iremos alterar o líder para “X – Excluído, cabeçalhos trocado por outros cabeçalhos”  e acrescentar o campo 667 – com a nota:

(TERMO NÃO AUTORIZADO, USAR A AUT. XXXXX).

Feito estas alterações, criaremos uma nova autoridade, com o campo 130.

Anúncios

5 comentários sobre “Controle de autoridade para Programas de computador

  1. Marcelo, desculpe-me pela demora na resposta. Talvez você esteja acompanhando pela imprensa os problemas que temos enfrentado por aqui…
    A equipe de Terminologia confirmou que está correto o uso do campo 667 para registro da nota de não-utilização da autoridade.

  2. Olá Luciana,

    primeiramente, muito obrigado pelo retorno. Realmente é extremamente válido para nós este retorno da BN, muito obrigado mesmo.

    Compreendo vocês quanto a migração do campo 150 para o campo 130. Nós utilizamos o software Pergamum e também não conseguimos fazer estas transferências no registro bibliográfico a partir do registro de autoridades.

    Em nosso catálogo decidimos utilizar o campo 667, do marc autoridades, para descrever que não devemos utilizar determinada autoridade. Qual seria a posição de vocês sobre isso? É correto?

    De qualquer forma, também não temos mão de obra para pesquisarmos todas as autoridades Programas de computador e acrescentarmos o campo 667. Faremos estes passos a medida que formos utilizar uma autoridade no bibliográfico.

  3. Olá Marcelo,
    gostaria de esclarecer que o uso do campo 150 para registro dos programas de computador nos catálogos da Biblioteca Nacional também partiu de cópia dos catálogos da Library of Congress, que em meados da década de 90 registrava as autoridades desta maneira. Ainda no início dos anos 2000, incluímos os programas de computador em nossa lista de termos dúbios, tendo em vista a mudança que a LC propôs. Quando isto ocorreu, não tínhamos estrutura tecnológica e de pessoal para alterar os registros já existentes e optamos por manter a inclusão de novos termos ainda como 150 – até porque nossos catálogos de autoridades (nomes) e de terminologia não estão integrados.
    Esperamos que em breve tenhamos um software capaz de adequar nossos registros ao padrão de qualidade que queremos manter.

  4. Olá! Sim, é o mesmo caso.

    Até mais!

  5. Olá! É semelhante ao caso dos filmes cinematográficos, cujos títulos originais também vão no campo 130, né?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s